Incesto real mãe e filho

Incesto real mãe e filho mãe safada bate uma punheta gostosa para o filho ate gozar duas vezes video de incesto real

Contos eróticos incesto mãe e filho

Bom esse história já relatei em outro site e agora vou contar aqui, vou me anunciar como Fernanda, quer dizer Nanda, sou uma mulher de 38 anos, tenho 1,65 de altura, bum bum médio, peitos similarmente, faço academia para preservar a ótima maneira, e castidade parte chamo a atenção dos homens por no qual passo.
Sou casada com Claudio, um homem de 42 anos, que constantemente me satisfez bastante na cama, e também me satisfaz, como diz o atributo, o que vou alegar é sobre no momento em que dei para meu filho..

A partir de nova, constantemente fui uma mulher safada, engravidei de Claudio com 20 anos, nasceu desse relacionamento André e Jessica (gêmea de André, que estuda no exterior pela estação, porém estou aqui para abordar de meu filho), um cachopo que com o tempo foi virando um belo rapaz, e me deu varias noras, rsrsrs’.  Com o tempo comecei a abrigar-se mais em meu filho, e abrigar-se como mulher, não somente como mãe, ele tinha 17 anos, era um homem que chamava atenção, sarado, com 1,85 de altura, olhos azuis, pode ser que por causa disso comecei a olhar ele com mais olhos, e no momento em que deitava na cama sozinha e lembrava dele começava a abalar uma siririca, era meio que uma coisa automático. Comecei a achar que aparecia ficando paranoica, aparecia desejando meu filho, porém, lá no fundo aparecia gostando, resolvi dirigir-se para a internet ler contos eróticos, especialmente sobre o apresentação incesto, e sobre coito entre mãe e filho, isto apenas me deu mais atração, e desejo de fazer sexo com André, eu queria permitir para meu próprio filho.

 

Mas como eu saberia se meu filho me olhava com outros olhos, se ele pensava em me comer, se ele sentia tesão pela mãe? Eis que começou o meu jogo de sedução rsrsrs’, comecei a me aproximar mais de André, fazer mais carinho, e as vezes aquela mão boba, mas tentava disfarçar ao máximo, e vi que ele foi se soltando mais comigo, me abraçava por trás e passava a mão em minha bunda. Mas eu sentia que ele ainda tinha certo receio, e eu queria acabar com isso, queria deixa-lo louco de tesão, queria provoca-lo antes de ele me ter em seus braços.

Como André estuda de manhã e só esta em casa no período da tarde e a noite, e meu marido trabalha o dia inteiro e só volta pra casa tarde da noite, meu filho saiu para escola certa manhã, me deu um abraço por trás e foi, e lá fui eu ao computador, ler algum conto de incesto e tocar uma siririca pensando em André me fudendo.
Eu queria que André percebe-se que eu queria dar de fato para ele, então deixei o histórico do navegador com o acesso a esses contos de incesto e pedi para André limpar meu computador, ver se tinha algum vírus ou algo do tipo, era certeza que ele iria ver o histórico do navegador e ver que eu tinha lido sobre incesto e em um desses contos dizer que eu queria dar para meu filho. Bingo, a minha ideia deu certo, após André mexer em meu computador ele estava bem mais safado comigo.

Passou os dias e nos estávamos naquela provocação e safadeza, certa tarde resolvemos olhar um filme, eu queria provoca-lo, estava com um vestidinho curtinho, e deitei com ele no sofá, e ao decorrer do filme, pude sentir seu membro ereto, pulsando no calção que usava, e comecei a roçar minha bunda e disse: “Tem algo animado ai hein filhão” e ele deu uma risada e disse: “Ta bem animado, ainda mais com esse bundão roçando nele.” Para provoca-lo pausei o filme, tirei minha calcinha pro baixo do vestido e dei a ele, dizendo: “Pega e vai lá no banheiro e da uma relaxada menino, rsrsrs’.” ele pegou minha calcinha e foi. Eu queria ver o que ele iria fazer com a calcinha, se iria guardar, se iria me trazer de volta… Cerca de 15 minutos depois, ele volta e me trás a calcinha encharcada de porra, e me dá, e diz: “Ta ai uma recordação, mamãe.” Eu a fim de deixa-lo louco, lambi minha calcinha com seu leite e disse: “Hummmmm que leitinho delicioso!!” Ele foi mais longe e disse: ” Se quiser tem mais” e deu uma risadinha, eu também ri de uma forma bem safada. Continuamos olhando o filme, deitados juntos, eu roçava minha bunda naquela pica, que estava quase pulando para fora do calção enquanto, as mãos de meu filho buscavam meus peitos, o filme terminou e fomos ao mercado. Durante a noite, com a presença de meu marido, nos agimos como se nada tivesse acontecido. Na mesma noite meu marido disse que teria que viajar e iria ficar uma semana fora a trabalho, pensei comigo: “É a minha chance!”
Meu marido saiu na manhã seguinte e por acaso André entrou em férias no mesmo dia que Claudio viajou, pela manhã combinei com André para ele me ajudar no período da tarde a fazer alguns exercícios na piscina, pois não estava a fim de ir a academia e queria ficar mais perto dele, e ele bem safado, é claro topou.

Ao irmos para a piscina de tarde, coloquei um biquini curtíssimo e que deixava minha bunda bem amostra e minha xoxota carnuda bem marcada, entramos e começamos a fazer alguns exercícios, e aos poucos fui ficando mais ousada, pedia para ele vir para trás de mim, e ir me auxiliando, e dentro da água fui passando a bunda em seu pau, que pude sentir que estava duro como pedra, mas fingi não ver, e continuamos os exercícios por mais um bom tempinho, até que sem querer querendo rsrsr’ tirei a parte de cima de meu biquini e fiquei apenas com a parte de baixo, meu filho ficou meio espantado, mas dei a desculpa para que ficasse mais confortável nas piscia e que eu tinha decidido parar e ele meio bobo concordou, disse que ia dar uma mergulhada na piscina, e ele disse que faria o mesmo. Comecei a mergulhar e ele também, até que parou e ficou lá um pouco no quanto, fui mergulhando até ele e quando cheguei perto peguei no seu pau por fora do calção e subi, e disse: “Que isso hem garoto, tu tem um fogo ai em baixo rsrsr’.” Ele riu e disse: “Vendo uma gosto…” e parou, eu disse: “Uma o que? Continua menino rsrsr’.” Ele continuou: “Ah mãe a você é muito gostosa, e mostrando esses peitões eu fico louco, não consigo controlar, e tem esse rabão ai também, sou louco por comer um desses.” Retribui dizendo: “Humm como é bom se sentir assim, vendo que sou desejada, mas filho, agora vou ter que sair, tenho que resolver uns negócios, depois a gente continua.” Fui me despedir dele e lhe dei um selinho e sai da piscina, e fui ao shopping comprar uma lingerie nova, pois estava bolando como ia fazer meu último jogo de sedução e então ter o filho me comendo.
Comprei um lingerie vermelha, de seda, coisa para deixar qualquer homem louco. Cheguei em casa ao anoitecer e André estava assistindo TV, olhamos um pouco de TV, e fui preparar a janta, preparei a janta, fomos a mesa e jantamos, olhamos mais um pouco de TV, e disse a ele que iria dormir, pois estava cansado. O safado disse que queria que eu ficasse mais e olhasse um filme com ele, e que queria continuar vendo o que viu na piscina. Lhe respondi que outra hora iriamos fazer isso, pois eu iria sim dormir, estava muito cansada. Ele ficou meio triste mas concordou.

Fui para meu quarto, coloquei minha lingerie, esperei um pouco tirei uma foto com meu celular, e mandei para ele dizendo: “Vem aqui no quarto filho querido, mamãe ta carente, vamos olhar o filme que você quer.”
André praticamente voou para meu quarto entrou, e ficou me olhando, seu membro quase saltou do calção que usava. Perguntei qual filme ele queria olhar, ele disse um pôrno, e então colocou e começamos a olhar, ficamos deitados juntos na cama, abraçados, e foi então que com uma mão boba fui subindo por sua perna e perto de chegar eu seu pau eu disse: “Desliga essa TV garoto!” Ele perguntou o por que já que estava chegando a melhor parte? Lhe respondi: “Você se contenta em apenas olhar sem nem tocar isso? Vamos fazer o que é bom filhinho!” Peguei o controle de sua mão e desliguei a TV.

Começamos a nos beijar loucamente, tirei sua camisa, e seu calção, deixando ele apenas de cueca, e voltei a beija-lo, ele me beijou no pescoço e fiquei louquinha rsrsr’. Tirei sua cueca e seu pau saltou para fora, era enorme, maior que de seu pai, chegava a entorno de uns 21cm, era grosso, então comecei a punheta-lo, beijei a cabeça, e fui chupando devagar, e alternando entre as bolas, meu filho não aguentou e encheu minha boca de leitinho quente. Ele veio me beijando e foi tirando minha lingerie, começou a chupar meus seios, enquanto chupava um, massageava o outro com a mão, até chegar em minha buceta e fazer um oral espetacular, gozei gostoso! Seu pau estava a ponto de bala, ele mirou em minha xoxota carnuda, lisinha, e meteu sem dó, não tive como não gritar, gritei e comecei a gemer, gemia como uma cadela no cio, estava muito bom, meu filho metendo em mim, mudamos de posição fiquei de quatro, meu filho bombava forte, até que disse que ia gozar, não aguentei e gozei junto. Meu filho ensopou minha buceta, ficou meladinha, e ainda chupou ela de novo, e foi chupar meu cú, que chupada deliciosa. Meu marido era louco por comer meu cú, mas nunca deixei, meu filho queria, e chupava ele de uma maneira inexplicável, não resisti e deixei ele comer atrás. Ele chupou bastante e colocou primeiro um dedo, depois dois e até quatro dedos, era uma dor grande até que tirou os dedos e colocou a cabeça do seu pau, doia bastante, ele ia colocando com jeito, colocou até a metadade, fez um vai-e-vem e quando percebeu que eu estava gostando enfiou tudo de uma vez, fazendo eu gritar de prazer! Ele bombou forte, arrombou meu cuzinho e inundou de porra. Terminamos e começamos a nos beijar até dormimos.

No outro dia acordamos e tomamos banho juntos, transamos mais uma vez, e resolvemos conversar. Conversamos e decidimos que aquilo seria um segredo nosso, e que iriamos transar sempre, se possível todos os dias.

Real incest mom and son

4 meses ago

Deixe uma resposta

Aguarde o carregamento do vídeo.......

Assistir filmes porno   Arquivoporno